Eric, um dos primeiros robôs humanoides.

Por Thais Oliveira

Quem já não foi indagado com essa frase em sites?

E nós? Pobres humanos mortais, suspeitando que um simples teste seria capaz de parar as máquinas, evitando assim nossa futura escravização.

Os Captchas são utilizados para testar a inabilidade dos Robôs de identificar textos distorcidos. Assim, a tecnologia de Inteligência Artificial está totalmente apta a identificar através da interação, o antes, o durante e o depois estabelecendo os limites com um humano.

Captcha, para quem não sabe, é o nome que se dá àquelas letrinhas maiúsculas misturadas com minúsculas que você precisa digitar e “enviar” apertando a tecla “enter” com a função de provar para o sistema que você é uma pessoa e não um Robô.

Quer saber mais? É um instrumento de “crowdsourcing” gratuito, que ajuda a digitalizar manuscritos antigos.

A metodologia do Recaptcha é bem descomplicada: são apresentadas duas palavras escaneadas de livros e jornais antigos, daí o servidor associa o significado de apenas uma delas e utiliza seu conhecimento humano para tornar digital documentos de patrimônio da humanidade.

Além de também dar significado à palavras indecifráveis que nem o software sabe identificar!

No fim das contas, o que era mesmo que você sentia pelo Robô? Amor? Ou ódio? Às vezes você pode se surpreender a querer que ele morra subitamente deixando-o em paz!

Necessário conhecer a língua do Robô com sua lábia de conquistar toda confiança e amizade de quem está do outro lado.

É o fim do emprego, ou o fim do mundo? Pero hubo un milagre!

Não arranque os talos de capim com os dedos distraídos.

O Robô está dando um jeitinho de burlar o Recapcha . Ah! Importante destacar que o Robô acerta no “bingo”, algumas vezes o Capcha não pede a verificação, onde você tem que selecionar imagens relacionadas ao enunciado.

Se esse Robô tivesse que trabalhar como a gente, de sol em sol não ia se lembrar em invadir terra alheia!

Vai limpar a espada e exercitar o manejo com as espingardas?

Você não é um Robô!

Pode Copi@r!

%d blogueiros gostam disto: